As contribuições da Educação Profissional e Tecnológica para formação de empreendedores

A Educação Profissional e Tecnológica pode contribuir para formação de empreendedores capazes de influenciar uma organização em sua produtividade, à medida que oferece para empresa, a possibilidade de trilhar caminhos mais assertivos para o seu sucesso organizacional, fazendo uso do empreendedorismo e da inovação.

Educar na visão e perspectiva de preparação para o exercício de uma atividade produtiva constitui uma tarefa significativa na formação de empreendedores capacitados para atuar com dinamismo e eficiência no mercado de trabalho, desenvolvendo as competências e habilidades necessárias para o seu crescimento profissional.

Partindo dessas ideias, pode-se construir o seguinte questionamento: “Como a educação profissional e tecnológica pode contribuir na formação e desenvolvimento de empreendedores capazes de exercer com eficiência e responsabilidade uma atividade produtiva ?” 

O professor na educação profissional e tecnológica em sua prática pedagógica deve assumir a função de orientador, motivador e mediador na construção de novas ideias e novas possiblidades de negócio, criando dentro da sala de aula uma cultura empreendedora, despertando em seus alunos a sua capacidade criativa para atuar de maneira mais ativa no mercado de trabalho.

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo exigindo do trabalhador um diferencial de produtividade. Assim, o ensino profissional e tecnológico deve apresentar um olhar diferenciado de evolução com uma leitura mais sistêmica e mais abrangente que possa auxiliar o educando nessa construção de oportunidades.

Nesse sentido, pode-se perceber que o profissional em tempos atuais deve estar aberto ao aperfeiçoamento e a qualificação constante, procurando melhorar sempre em sua atividade produtiva, buscando caminhos para evoluir profissionalmente. Entretanto, o ensino profissional e tecnológico precisa atender essas necesssidades sendo um referencial de empreendedorismo e inovação.

Dentro dessa perspectiva, as inovações pedagógicas e tecnológicas assumem importante pepel no dinamismo das aulas e no despertar do interesse e da curiosidade do educando rumo  à construção de uma atividade profissional.

O professor nessa concepção torna-se um motivador de sonhos, influenciando os seus alunos a tornarem-se grandes empreendedores em suas vidas pessoais e profissionais.

Essa motivação deve fazer parte constante das aulas e orientar na construção de importantes projetos pelos alunos. Alunos motivados e valorizados enquanto seres humanos podem produzir mais e melhor enquanto profissionais.

Assim, a educação profissional e tecnológica contribui para formação de profissionais dinâmicos e inovadores através de novas oportunidades e novos recursos de ensino-aprendizagem, o que proporciona ao cidadão a conquista com dignidade de um trabalho, bem como a possibilidade de participar ativamente no desenvolvimento da sociedade.

Com uma educação profissional e tecnológica de qualidade a sociedade terá profissionais mais competentes e responsáveis, preparados para dar o melhor de si e influenciar qualquer organização de trabalho.

Portanto, a docência na educação profissional e tecnológica deve construir uma história de desenvolvimento, empreendedorismo e inovação, pautada na preparação, capacitação e qualificação constante, auxiliando o cidadão a estabelecer as suas metas e trabalhar com esforço, dedicação e ética para alcançar os seus mais importantes objetivos de vida.

 

AUTOR: MARCOS ANTÔNIO LENES DE ARAÚJO, Bacharel em Administração de Empresas, graduação tecnológica em Recursos Humanos e Licenciatura em Matemática.

 

Fonte: http://www.administradores.com.br/artigos/empreendedorismo/as-contribuicoes-da-educacao-profissional-e-tecnologica-para-formacao-de-empreendedores/101628/ 

Enviar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *