De olho no desenvolvimento profissional dos engenheiros

O SEESP oferece cursos e serviços, como o Programa Engenheiro Empreendedor

Atento à necessidade de o engenheiro se qualificar constantemente para garantir melhor colocação ou recolocação no mercado de trabalho e visando contribuir nesse sentido, o SEESP oferece uma série de cursos e serviços. Para tanto, dispõe do Programa Engenheiro Empreendedor e da Área de Oportunidades e Desenvolvimento Profissional. Nessa última, entre outras possibilidades, está obter orientação para elaboração de currículos e vocacional, candidatar-se a um estágio ou vaga e consultar relação de ofertas pelas empresas – atualmente, há cerca de 40, em diversas modalidades da engenharia.

Ainda para auxiliar nesse processo, o sindicato oferece gratuitamente, desde o segundo semestre de 2012, uma plataforma de relacionamento profissional, o Engenheironline, em que é possível ao engenheiro e a eventual contratante cadastrarem-se gratuitamente e trocarem informações. O autônomo em busca de uma empreitada, que queira atuar na elaboração de um laudo ou como free lancer, por exemplo, também pode inserir seu portfólio, clicando aqui.

Coaching

Outro serviço é o coaching, cujo objetivo, segundo a coordenadora da Área de Oportunidades e Desenvolvimento Profissional, Fernanda Lena, é ajudar o interessado a identificar e buscar respostas a eventuais dificuldades à sua recolocação. Assim, o coach (especialista nesse atendimento) pode auxiliar na melhora de seu desempenho – seja em uma entrevista de emprego, seja rumo à ascensão na carreira –, através da percepção de suas potencialidades e capacidades e do seu desenvolvimento pessoal. No SEESP, as sessões são individuais.

Lena dá algumas dicas ao profissional em busca de um lugar ao sol no mercado de trabalho: atualizar seu currículo, deixando bem clara sua área de interesse, e cadastrá-lo em todos os sites de vagas disponíveis, bem como nos próprios bancos de dados das empresas; utilizar redes sociais e de contatos, como Linkedin e Facebook; verificar se o tempo de trabalho, formação, habilidades e competências estão de acordo com sua pretensão salarial; e manter um bom marketing pessoal. Segundo informa, atualmente não basta ser capacitado tecnicamente e ter experiência, é fundamental saber trabalhar em equipe, comunicar-se, gerenciar conflitos. “Hoje, o engenheiro tem sido muito demandado para a função de gestor e essas características são essenciais.” Lena acrescenta: “Procurar trabalho é um processo. Tem que ser perseverante e determinado, estar confiante, otimista e preparado para disputar uma vaga.” Ademais, é importante falar outro idioma e buscar reciclagem tecnológica.

Criado em 2011 e aguardando autorização do MEC (Ministério da Educação) para iniciar a primeira turma de graduação em engenharia de inovação, o Isitec (Instituto Superior de Inovação e Tecnologia), cujo mantenedor é o SEESP, será uma oportunidade à educação continuada, com a oferta de cursos de extensão de curta duração ou especialização.

Engenheiro Empreendedor

Outra possibilidade para se qualificar é se inscrever a um dos cursos oferecidos pelo Programa Engenheiro Empreendedor. Tal iniciativa completará 13 anos em 2013. Nesse período, já ofereceu mais de cem cursos nas instalações do SEESP, na Capital, além de outros no segmento de informática, a distância. Mais de 1.200 profissionais reciclaram seus conhecimentos por seu intermédio.

Ao longo desses anos, os cursos mais procurados têm sido Gestão de projetos; Vendas técnicas – Como vender mais e melhor; Planejamento integrado – Gestão ambiental e responsabilidade social – Novos desafios; Licenciamento ambiental de postos de gasolina; Cursos a distância de AutoCad 2D e 3D; Oratória – A arte de falar em público; Lubrificação correta – A ferramenta moderna para otimizar a produção; O novo perfil profissiográfico previdenciário; Responsabilidade civil e penal do contratante; Elaboração de plano estratégico (Strategic Plan); Empreendedorismo; O desafio de trabalhar em equipe – Equipes para implantar novos projetos; e Plano de marketing. A programação é atualizada mensalmente, com descontos aos associados ao SEESP. Visa, sobretudo, estimular o empreendedorismo junto aos profissionais, sejam autônomos, pequenos empresários, funcionários ou mesmo em busca de reinserção no mercado. Os serviços são uma oportunidade aos engenheiros se prepararem para melhor aproveitar os bons ventos à engenharia, face à economia ainda aquecida.

Consulte a grade de cursos oferecidos pelo Programa Engenheiro Empreendedor (telefone 11 3113-2641,
e-mail sindical@seesp.org.br) ou acesse a Área de Oportunidades e Desenvolvimento Profissional (11 3113-2669/70, e-mail oportunidades@seesp.org.br).

Por Soraya Misleh – Imprensa SEESP