Feira Brasileira de Ciência e Engenharia premiará melhores trabalhos

Mostra em São Paulo apresentará 332 projetos desenvolvidos por 746 estudantes pré-universitários de todo o País

Começa nesta terça-feira (17), a 13ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace). A participação é gratuita e aberta ao público em geral. O evento começará às 13h30, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP). As atividades seguem até a quinta-feira (19), das 14h às 19h, na Poli/USP.

A mostra apresentará 332 projetos desenvolvidos por 746 estudantes pré-universitários de 26 estados brasileiros. A maioria deles oferece soluções alternativas e, muitas vezes, inovadoras, para problemas da sociedade.

Como nas edições anteriores, a Febrace terá centenas de soluções que envolvem alta tecnologia, como uma cadeira de rodas com comando de voz, robôs multitarefas, luva-guia para deficientes visuais, comedor elétrico para animais domésticos e sistema de detecção de vazamento de gás.

“Salta aos olhos, no entanto, a preocupação dos estudantes com questões relacionadas à água e energia: são 39 projetos que propõem soluções para o melhor aproveitamento desses recursos naturais”, afirma a coordenadora geral da exposição, Roseli de Deus Lopes.

No dia 19, às 14h30, no anfiteatro da Poli Professor Paulo Ribeiro de Arruda, a analista de Ciência e Tecnologia do MCTI Adriana Depieri fará uma palestra para professores da educação básica, sob o tema: “O impacto das feiras de ciências no desenvolvimento de competências em jovens da educação básica”.

Premiação

Os trabalhos apresentados na mostra serão avaliados por pesquisadores e especialistas de diversas áreas do conhecimento. O público visitante também poderá eleger o projeto mais popular, postando seu voto no portal da Febrace .

Os finalistas desta 13ª edição foram selecionados entre mais de 2,1 mil trabalhos submetidos diretamente pelos estudantes ou indicados por uma das 100 feiras afiliadas.

Os autores dos melhores projetos ganharão troféus, medalhas, bolsas e estágios, em um total aproximado 200 prêmios. Também concorrerão a uma das nove vagas para representar o Brasil na Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel (Intel Ief), a ser realizada em maio, na cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos.

Promovida anualmente pela Escola Politécnica da USP, por meio do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI), a Febrace é considerada a maior feira brasileira pré-universitária de ciências e engenharia. O objetivo é despertar nos jovens o interesse pela ciência, estimulando a criatividade, a inovação e o empreendedorismo.

A feira conta com o apoio do MCTI, da Universidade de São Paulo (USP), do Ministério da Educação (MEC), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC).

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação