NIT Mantiqueira no II Seminário e Feira da Inovação

O Núcleo apoiou o evento e montou um stand para apresentar suas atividades e divulgar as Unidades de Pesquisa associadas

A segunda edição da Feira e Seminário da Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (ISITEC) teve como tema a “A inovação como instrumento da sustentabilidade”. O Coordenador do Arranjo NIT Mantiqueira, João de Oliveira Jr, esteve presente na mesa de abertura do evento, ao lado do Prof. Dr. Adalberto Fazzio, subsecretário de Coordenação das Unidades de Pesquisa (SCUP) do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); Artur Henrique da Silva Santos, secretário Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE) de São Paulo, e Murilo Celso de Campos Pinheiro, Presidente da Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP), mantenedora da ISITEC.

O evento tem como objetivo promover o debate sobre inovação e, principalmente, a importância das novas tecnologias e serviços para o desenvolvimento de produtos sustentáveis. Durante o dia, especialistas de diversas áreas irão palestrar sobre diversos assuntos, como nanotecnologia, agronegócio e internet das coisas.

Para Adalberto Fazzio, eventos como esse realizado pela ISITEC contribuem para o desenvolvimento da inovação no Brasil,pois estimula os estudantes a conhecer mais sobre a área de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), pois no futuro serão eles os responsáveis por criar novas tecnologias e serviços. O Secretário Municipal, Arthur Santos, ressaltou a importância de feiras e seminários com essa proposta e comentou sobre a necessidade do país investir cada vez mais em atividades para esse público.

Em seu discurso de abertura, o Coordenador do Arranjo NIT Mantiqueira, João de Oliveira Jr, comentou sobre o projeto Educar para Inovar e a importância de investir e levar a base do conhecimento em inovação, principalmente para crianças e adolescentes. A ideia é gerar produtos que simulem o desenvolvimento tecnológico, existente nos laboratórios das instituições de pesquisa, acessíveis a todas as idades.

O Mantiqueira foi convidado a expor no evento todo o trabalho desenvolvido pelo Arranjo, além de divulgar as Instituições de Pesquisa Associadas (CNPEM, LNA, INPE, CTI Renato Archer, UNIVAP e Von Braun).

Nanotecnologia

A primeira palestra do dia foi apresentada pelo Prof. Dr. Adalberto Fazzio, subsecretário de Coordenação das Unidades de Pesquisa (SCUP), que tratou da “Nanotecnologia como plataforma para a inovação tecnológica”. O Brasil, segundo dados apresentados por Fazzio, possui mais de 100 mil pesquisadores que trabalham nessa área, o que ressalta a importância da área para o desenvolvimento de CT&I.

No entanto, ele também destacou a falta de pesquisa e desenvolvimento (P&D) que resulte em valor econômico, e que possa gerar patentes. Segundo Fazzio, é preciso que as pesquisas sejam orientadas para as necessidades do país e que o setor privado participe intensivamente dessas atividades, sendo este o foco de orientação do MCTI para as Unidades de Pesquisa.

 

Fonte: NIT Mantiqueira